sexta-feira, 29 de abril de 2011

Lembranças 5

Um dia no sítio em Cruzeiro do Sul, minha prima foi brincar comigo, passar o dia na minha casa. a tarde estávamos brincando de boneca, e eu tinha um bonecão de plástico, e ele era o meu filho, esse bonecos desmontavam e eu bati a cabeça do meu "filho" na porta e ela saiu rolando, minha prima, Fernanda, começou a gritar falando pra gente levar a boneca para o hospital, eu disse que não. E ela insistia em levar a boneca para o hospital. Eu fiquei pra cara dela, pensando para qual hospital vamos levar uma boneca? E respondi assim, é só pegar a cabeça e encaixar novamente. Ela ficou brava e a brincadeira acabou na mesma hora. O que eu nunca entendi é o porque dela nunca mais ter voltado para brincar comigo......

quarta-feira, 27 de abril de 2011

Conectados Dia e Noite: Fotografia

Pessoal, minha irmã tirou umas fotos do sítio em Cruzeiro do Sul, deem uma olhada, ficaram lindas!!! Beijos

Conectados Dia e Noite: Fotografia: "Sempre gostei de pinturas, desenhos e formas. Mas, o que sempre me cativou é a mistura das cores. Tenho um fascínio por arco-íris, me inspir..."

Lembranças 4

Lembro-me dos passeios que Meus pais e eu fazíamos com charrete para ir à casa do Vovô Antonio da Vovó Rosa, eles são pais da minha mãe, mas meu pai sempre os chamou de Pai e Mãe também! Meu pai ia guiando o cavalo, minha mãe ficava do outro lado e eu sentada no meio deles, era muito gostoso! Não me lembro de tudo de forma correta, mas lembro da sensação de andar de charrete. Ir a casa dos meus avós era algo muito gostoso. Num desses passeios, o objetivo era tirar uma foto com meu avô montada no cavalo com ele, mas eu lembro que chorei tanto, mas tanto, pois não queria subir no cavalo com meu avô, então meu pai montou no cavalo e daí sim, eu subi também e tiramos uma foto... quando olho a foto fico muito feliz... Vou pedir para os meus tios me enviarem a foto e daí eu coloco aqui pra vocês!!!

Amanhã tem o causo da boneca de plástico rsrsrsrrs
Abraço

segunda-feira, 25 de abril de 2011

Lembranças 3

Olá amigos!
Quando eu tinha 3 anos e meio, se eu não me engano... comecei a ir em uma escolinha rural, lá iam crianças de várias idades até os 6 anos. Em uma tarde a Tia pediu pra gente desenhar as formas geométricas: circulo e quadrado. O circulo eu consegui desenhar, mas o quadrado... eu não conseguia, todos tentaram me ajudar, mas o meu quadrado tinha um dos lados redondos, nossa... fui pra casa frustrada, meu desempenho acadêmico estava péssimo. Quando cheguei em casa fui compartilhar a minha decepção com o meu amigo pé de carambola, mas ele não me respondeu nada... mas não desisti, fui até o quintal e comecei a desenhar um quadrado, comia um pouco de terra e tentava desenhar novamente... até que... CONSEGUIR FAZER UM QUADRADO... então fui correndo chamar a minha mãe, ela estava lavando roupa no tanque... MÃE, MÃE, VEM VÊ, VEM VÊ... CONSEGUI FAZER UM QUADRADO. Minha mãe saiu correndo chegou até o lugar onde eu estava, olhou de um lado, olhou de outro e não viu nada... Nossa, que frustração, nem parabéns eu recebi... L

domingo, 24 de abril de 2011

Lembranças 2

Estou de volta com as histórias aventurescas da Lara rsrsrsrrs...

Nasci na cidade de Cruzeiro do Sul, quem nasce em Cruzeiro do Sul é: Cruzeirense eu não sabia, fui pesquisar na internet rsrrsr. E lá eu morei até os 5 anos de idade, até os 4 anos só tinha a dona Lara Cristina Medeiros de criança/bebê, naquele pedaço de terra. Morava no sítio e meu pai criava Bicho da Seda.



Olha como eles são bunitinhos!!!
O que eu me lembro dessa época é que essas lagartas eram minhas amigas, eu gostava muito de brincar com elas... Lá no sítio tinha uma plantação de amora, as lagartas comiam as folhas de amora, vejam nas fotos todo processo de cuidado com esses bichos...


Outro amigo inseparável era o pé de Carambola, gostava de comer essa fruta que parece uma estrela comprida e passava minhas tardes conversando com ele...


Outro passatempo meu era comer terra, que delícia!!! Apanhava todas as tarde, pois quando meu pai chegava e me via toda lambuzada de terra, ele brigava comigo, meu primo Zé Carneiro (paraibano igual ao meu pai) corria antes do meu pai, para chegar em casa, me lavar e assim meu pai não me batia, pois não me via lambuzada de terra...

Amanhã tem a história do Quadrado kkkkk

Páscoa

Hoje temos um texto de uma pessoa muito especial! A Giovana M. ela foi minha aluna e eu a amo muito, ela e sua família linda!
...
Hm.... Páscoa! Chocolate, ovo com passaporte pro Hopi-Hari, coelhinho!! Não!? LÓGICO que não!

Páscoa = no Antigo Egito, foi a noite em que a 10ª(décima) praga foi solta, dias de sacrifícios para os pastores de ovelhas, comemorada todos os anos.
Em Jerusalém, séculos depois, a crucificação de Jesus (o último cordeiro - é disso que eu vou falar).

Imagine que você tem a 'bomba' do século nas mãos. Você sai falando dela, mas, ninguém liga. E ainda te acusarem de criminoso por isso. Pior! Seus amigos serem presos por te conhecerem, um deles te trair, e outro, o mais fiel, falar que não te conhece, não só uma, mas três vezes.
Continue imaginando, ser humilhado por toda uma nação, vestir uma coroa de espinho, carregar uma cruz enorme por quilômetros de distancia, e, enquanto isso, ser chicoteado, xingado, e maltratado por essa nação. E, ainda sim, depois de toda essa dor, morrer por todos que não só fizeram mal a você, mas, por todos que fizeram mal a humanidade, e ser CRUCIFICADO (siiim,  ter suas mãos pés pregados em uma cruz!)

Super legal, né!? Hoje em dia, se alguém faz uma coisa desse tipo, não na mesma escala, mas,  do mesmo tipo, a gente fala: "Esse ai vai para o Céu!", mas, Jesus, veio do Céu, não tinha defeito algum, nem pecado. Mas pagou por todos os defeitos e pecados de todos nós.
Mas, o mais legal, é que, depois de três dias da crucificação, ELE RESSUCITOU! Sim, ele 'reviveu'! Ele ressucitou, e voltou para o Céu, voltou para Deus(aaaah...   poderia ter ficado, né??  Mas, se tivesse a oportunidade de ficar eternamente na presença do Pai, também não disperdiçaria).

É essa, a verdadeira Páscoa. A morte, e ressurreição de Jesus Cristo.
Quer conhecer mais do Filho de Deus!? Vá À Igreja, leia à Bíblia, preste muita atenção, e você até bate um papo com Ele!

sábado, 23 de abril de 2011

Lembranças

Olá Pessoal, vou começar uma série nova no Blog, vou falar das minhas aventuras na cidade de Cruzeiro do Sul e na cidade de Herveira, as duas ficam no Paraná, a Herveira não é bem uma cidade é um subdistrito de Campina da Lagoa... igual a Sousas aqui em Campinas. Se você for procurar essa cidade no mapa sinto informar que não vai encontrá-la. KKKKK
Cruzeiro do Sul PR


Bom, meus alunos conhecem algumas dessas histórias e eles me pediram para escrevê-las, então aí vou eu...

Nasci no dia 25 de abril de 1979, nasci de fórceps, tenho uma marca na testa próximo ao olho esquerdo, quando eu era pequena minha mãe sempre dizia que eu tinha nascido a ferro... e na minha grande imaginação ficava pensando como os médicos fizeram para me tirar na barriga da minha mãe com um ferro DE PASSAR ROUPA. Rsrsrsrs

Minha avó Rosa Marassati Pereira sempre me contou uma história: quando você nasceu, Lara, seu pai foi te ver no berçário e disse assim: mãe, todos os bebês nascem tão feios e a Lara é tão bonita, é o bebê mais lindo que eu já vi. – todos riram do seu pai, e ele falou sério” . Eu achava um máximo essa história e acreditava mesmo que eu era o bebê mais bonito... depois que eu descobri que todos os pais acham seu filhos os mais lindos. Kkkkk

Bom vou parar bom aqui, amanhã tem mais...


Gente é muito engraçado kkkkk

sexta-feira, 22 de abril de 2011

Sorriso de Deus


Estava tão triste,
Naqueles dias em que tudo, você desiste.
Onde só os problemas passam pela cabeça,
E na esperança de que um milagre aconteça.

Nada dava certo,
O futuro, como sempre, incerto.
Porém, uma imagem fez tudo mudar,
Um sinal, Deus parecia me mandar.

Era o sorriso de Deus!
Será que está rindo dos problemas meus?
Será que esta rindo para mim?
Nunca vivi algo assim.

Não, é um sorriso de amor!
De alguém que sabe que sairei vencedor.
Pois Ele estará sempre ao meu lado.
Nossa! Nunca me senti tão amado.

Autor: Sergio Rocha Teixeira Junior

quarta-feira, 20 de abril de 2011

Eu quero um amigo!


Hoje eu aprendi que quando quero ter um amigo verdadeiro, fiel, confiável, transparente, amoroso e bom ouvinte, bom conselheiro. Tenho que antes de encontrar esse amigo entender que vou precisar perdoá-lo. Tenho que me dispor a perdoá-lo. Porque certamente esse amigo me machucará.

Se eu quero ser: amiga, verdadeira, fiel, confiável, transparente, amorosa, boa ouvinte e boa conselheira, e para isso tenho que encontrar alguém disposto a me perdoar, disposto a praticar o versículo de Lucas 17.4 “se pecar contra você sete vezes num dia e cada vez vier e disser: “Me arrependo”, então perdoe”.

Porque eu vou errar, eu vou te machucar, eu vou te deixar triste pelo menos uma vez, ou mais. Se você não estiver disposto a me perdoar... eu acabei de perder um amigo.

Eu estou disposta a te perdoar 7 vezes em um só dia. Quero deixar você me conhecer um pouco. Quero confiar em Ti e te respeitar. Vou me expor, pois essa é a única maneira que eu encontrei para ser e ter um amigo. Quero me importar contigo, fazer a diferença!

Aprendi que amar é arriscar-se a ser ferido, perdoar, compreender, aceitar, confrontar, corrigir e aprender. Mas eu bem sei que todos esses processos são dolorosos, machucam, ferem... mas só eles tornam possível a vida em toda a sua plenitude.

Se eu não quiser ser ferida, se eu não quero passar pela dor então vou ficar sozinha na escuridão, e o meu coração vai secar, endurecer, vou ficar cínica, incapaz de lidar com a minha própria dor e a dor alheia. Vou me tornar fria e distante. E isso eu não quero pra mim.


É claro que de vez em quando vou precisar mergulhar-me em mim mesma. Pois sei que isso às vezes é necessário. Mas tenho que entender que esse é um lugar bom para visitar, não para morar.

Por isso quero construir contigo uma amizade.

“Não fiquem devendo nada a ninguém. A única dívida que vocês devem ter é a de amar uns aos outros.” Romanos 13.8

terça-feira, 19 de abril de 2011

Olhem os pássaros..

Eles não semeiam, não colhem, nem guardam comida em depósitos...


No entanto, o Pai de vocês, que está no céu, dá de comer a eles. 


Será que vocês não valem muito mais do que os passarinhos? 

segunda-feira, 18 de abril de 2011

O discípulo será igual ao Mestre


“Vós não me escolhestes a mim eu os escolhi a vós, e vos designei, para que vades e deis frutos, e o vosso fruto permaneça, a fim de que tudo quanto pedirdes ao Pai em meu nome, ele vo-lo conceda” (Jo 15.16)
Na época de Jesus , as crianças conforme cresciam e se destacavam, iam aprendendo, na verdade decorando, o Velho Testamento. Algumas que não tinham tal destaque passavam a trabalhar no oficio da família, a partir de certa idade.
Quando chegavam a juventude, os com mais destaque, escolhiam um mestre, a quem seguiriam.
Para o mestre, isso era como: “Quero ser igual a você”.
Porém, existiu um que não era escolhido, ele é quem escolhia seus discípulos. Geralmente, os que não eram bons o suficiente, para os outros mestres.
Seu nome: Jesus. E ele escolhia e escolhe seus seguidores, pois quer que sejamos iguais a ele.

Você pode ser como Jesus, pois ELE te chama.

Quem não se lembra de quando Jesus andou em cima da água, os apóstolos duvidaram que fosse ele mesmo.
Até que Pedro foi e começou a andar também, porém começou a afundar, pois duvidou.
Podemos ser igual a Ele, pois Ele nos escolheu, e temos o Espírito Santo, que nos ensina tudo o que necessitamos.
 Jesus crê em você. 
Autor: Sergio R. T. Junior

domingo, 17 de abril de 2011

Contribuição da Giovana M.

O amor – o teste do discipulado

João 13.34-35
O fato de Cristo nos ordenar a amar indica que o amor não é apenas um sentimento ou uma preferência; é o que alguém faz e como ele o relaciona aos outros – uma decisão, um compromisso ou uma forma de se comportar. Jesus declara que o mundo saberá que somos discípulos dele se nos portarmos afetuosamente em relação aos outros. Cismas, disputas, críticas indelicadas e difamação de caráter são contrários ao espírito de Cristo. O amor dele foi um amor sacrificial. Era amor incondicional. Seu amor é constante e auto-sustentador. Seu amor resulta nos melhores interesses do ser amado, e ele ordena que amemos uns aos outros como ele nos amou. (Bíblia de estudo plenitude)

Abri meu coração para arrancar um amor egoísta que havia crescido nele
E então sacrifiquei este amor egoísta no altar
Houve dor, lágrimas, e uma sensação de que havia perdido algo precioso
Então Deus colocou no lugar um amor incondicional e todos os dias,
Preciso cuidar desse amor, regar, deixar ao sol
Para que ele cresça, floresça e dê fruto

Não é fácil! Mas estou perseverando e aprendendo!

Lara Cristina de Medeiros Belette

sexta-feira, 15 de abril de 2011

Alunos... trabalho... saudades...

Eu e o Jimmy Neutron... pensa, pensa, pensa....
Nossa, como foi bom rever os alunos quinta e sexta-feira. Quanta gente alegre, cheia de dúvidas, com expectativas, com angústias! Como eu amo dar aula para essa turma que, hoje, chamam de adolescentes! Eles são únicos, sinceros, cheios de força e com muita vontade de sair do tédio!
Hoje, nossos adolescentes estão vivendo no tédio, entediados em não poder fazer nada. Não conseguem ter referenciais, estão buscando algo e, infelizmente, não conseguem encontrar. Mas eu sei que esses alunos, encantadores farão a diferença e serão diferentes!
Alunos do Colégio Crescer... amo vocês! Vamos nos divertir até o final do ano, com uma pausa em julho rsrsrsr.
Professora Lara

quarta-feira, 13 de abril de 2011

Dúvida!


Digam-me porque um professor pode tentar converter os alunos para o ateísmo e não será criticado, pois estará falando em nome da ciência. Mas, se o professor evangelizar os mesmo alunos será criticado por tentar colocar uma religião e manipulá-los????

Às vezes, parece muito difícil acreditar em algo, alguém que não vemos. Isso é ter fé.
E quando temos fé em Deus, e depositamos nossa confiança Nele, conseguimos sentí-lo,
por meio das maravilhas, dos milagres que Ele faz nas nossas vidas.
Muitas vezes também, começamos a perder a esperança. Para onde olhamos vemos tragédias, 
muitas pessoas fazendo coisas que desagradam a Deus, como roubos, assassinatos.
Pessoas que só pensam em sí, que viraram escravos do dinheiro.
Porém, ao mesmo tempo, vemos pessoas deixando esses hábitos, pessoas fazendo o bem e graças a Ele, 
o número de pessoas assim, não para de aumentar.
Pessoas dispostas a ajudar, a perdoar, a servir, a fazer os outros sorrirem, pessoas dispostas a AMAR.

"A fé é a certeza de que vamos receber as coisas que esperamos e a prova de que existem coisas que não podemos ver" Hb. 11.1.

E como diz o novo comercial da coca-cola:
"Existem razões para acreditar.
Os bons ainda são a maioria".

http://www.youtube.com/watch?v=Zvlt01CfheA

Autor: Sergio Rocha Teixeira Junior

sábado, 9 de abril de 2011

DAR

"Não façam nada por intesse pessoal ou por desejos tolos de receber elogios,
mas sejam humildes e considerem os outros superiores a vocês mesmos". Fp 2.3 (NTLH)
Falemos hoje sobre o ato de dar ao próximo, como o começo do texto acima fala: " não faça nada por interesse pessoal".
Não dê esperando receber algo em troca.
Dê de coração, dê, pois você sabe que a outra pessoa precisa daquilo,
naquele momento, mais do que você.

Por pior que esteja nossa situação, sempre tem muitas pessoas em situação pior,
faça sua parte, ajude-a, dê um pouco de você.

E não se esqueça de Deus, dê um tempo pelo menos do seu dia, a Ele.
Converse, adore-o, tenha intimidade com Ele.
Dê a sua vida inteiramente a Ele, pois quando Ele está no comando, tudo fica mais fácil,
você e todos ao seu redor, verão milagres acontecendo em sua vida.
Dê por gratidão.

"Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna". Jo 3.16
Autor: Em Busca de...

Ágape

Quando nos deparamos com o absurdo da vida humana, nos perguntamos. Por quê? E não entendemos como alguém pode tirar a vida de várias pessoas, pode provocar tanta dor, pode provocar uma tragédia tão cruel e desumana. somos ensinados a amar o outro, somos ensinados a respeitar o outro, somos ensinados a preservar a vida, somos ensinados a viver em sociedade um ajudando o outro.
Como eu gostaria que isso fosse verdade, temos algumas famílias que ainda tentam em meio a tanta desonestidade, corrupção, falta de amor, ensinar os seus filhos a serem seres Humanos. Mas o que vemos é uma maioria ensinando seus filhos a baterem, a serem egoístas, a olhar para o outro amiguinho como uma ameaça a sua paz e tranquilidade. E ainda querem que seus filhos possam ser amorosos e educados, e não entendem porque na adolescencia eles já não confiam mais nos pais.
Temos que fazer uma revolução, silenciosa, dentro de nossas casa, nas praças, escolas. A revolução dos valores, a revolução do AMOR ÁGAPE!
Você consegue!

quarta-feira, 6 de abril de 2011

Se liga nessa!


Sei que o assunto é muito falado, mas as pessoas ainda não perceberam a gravidade desse problema - Bullying (Violência repetitiva contra colegas) VRC.
O que pode ser considerado bullying?
Colocar apelidos, ofender, gozar, encarnar, sacanear, humilhar, fazer sofrer, discriminar, excluir, isolar, ignorar, intimidar, perseguir, assediar, aterrorizar, amedrontar, tiranizar, dominar, agredir, bater, chutar, empurrar, ferir, roubar, quebrar pertences.
Tudo isso muitas vezes, muda de nome quando vamos confrontar um agressor, ele diz que foi brincadeira, que é normal, que não tem nada a vê. Eu também acho que não tem nada a vê, não tem nada a vê um ser humano, educado, transformado, cristão humilhar, tirar sarro entre todas as coisas citadas acima, de um colega, de um amigo.
Se, somos chamados para ser luz, como poderemos ser as trevas de alguém?

Segundo especialistas o perfil mais comum das vítimas são crianças e adolescentes inseguros, tímidos, com dificuldades de comunicação e os que se destacam como ótimos alunos também, são alvos de ataques por inveja. Já o perfil do agressor é caracterizado pela insegurança.

Ok. Você pode falar não me enquadro nem na vítima nem no agressor, então você pode e deve ser um grande aliado, em vez de atuar como platéia ou cúmplice a pessoa que assiste a violência pode fazer parte de grupo de proteção.

Agora você faz parte de um grupo de proteção contra bullying, lembre-se tanto a vítima quanto o agressor precisam da sua ajuda!

Se liga nessa!!!!

segunda-feira, 4 de abril de 2011

Perdão!

É muito fácil falar para as pessoas perdoarem.
Mas quando somos nós que temos que perdoar, aí a história é outra.
Muitas vezes sentimos muita raiva, ódio, que ficamos cegos, incapazes de perdoar.
Deixamos a amargura dominar nosso coração, e acabamos tendo atitudes "tão erradas", como as de quem nos magoou.
Pedir perdão, também não é muito fácil. Reconhecer pra sí que estava errado e posteriormente a pessoa que ferimos, que fizemos sofrer.
Para quem acompanhou a ministração do Pr. Bryan na CEC, pode perceber que um ponto que ele tocou bastante foi o perdão.
Não deixemos a raiva, o ódio, a amargura, a vergonha, nos impedir de perdoar e de pedir perdão,
pois além de nos trazer uma paz imensa, agiremos principalmente, conforme a vontade de Deus.

"Abandonem toda amargura, todo òdio e toda raiva, nada de gritarias, insultos e maldades!
Pelo Contrário, sejam bons e atenciosos uns para com os outros.
E perdoem uns aos outros, assim como Deus, por meio de Jesus, perdoou você". (Ef. 4.31-32).

Pra você que eu magoei, fiz sofrer, peço perdão, do fundo do meu coração.
Autor: Sérgio Rocha Teixeira Junior

domingo, 3 de abril de 2011

Confiram!!!!

111 anos contra o racismo! Conheça o primeiro negro do futebol brasileiro

Enquanto declarações e ações racistas acontecem no futebol brasileiro e europeu, bisnetos de Miguel do Carmo tentam manter viva memória do primeiro negro da história da bola no Brasil

Maurício Oliveira
Publicada em 03/04/2011 às 09:00
Campinas (SP)
Quase 111 anos depois, dois garotos, de 18 e 17 anos, tentam dar continuidade à trajetória de quem é apontado como o primeiro negro a atuar em um time de futebol no Brasil. Eles são Gabriel e Lucas, bisnetos de Miguel do Carmo, um dos fundadores da Ponte Preta – em 11 de agosto de 1900, época em que o futebol nos clubes e federações era exclusividade de quem tinha posses e, principalmente, era branco.
No limite da idade para entrar na carreira profissional, a dupla treina nos campos do Jardim Garcia (em escolinha que leva o nome do avô, Geraldo do Carmo, filho de Miguel e zagueiro do Guarani, nos anos 50) e do Taquaral, bairros de Campinas. Gabriel e Lucas até tentaram participar de peneira da Ponte, mas com a concorrência de outros 3 mil meninos nem chegaram a ir a campo.
– Uma porta de entrada pode ser o futebol universitário dos EUA. Minha ideia é estudar lá e tentar. Nos EUA é comum a carreira começar com 18 – diz o volante Lucas.
Sua mãe, a jornalista Raquel do Carmo, acompanha a luta do filho e do sobrinho, enquanto busca resgatar a memória do avô, que ela nem chegou a conhecer – Miguel do Carmo morreu com 47 anos, quando Geraldo, pai de Raquel, tinha apenas 5.
– Eu me sentia culpada de não participar da busca dessa identidade. O negro faz parte da história do nosso país e a nossa família faz parte da história de Campinas. Não conheci meu avô, mas é apenas duas gerações acima da minha. A raiz está muito perto ainda! – afirma ela.
Geraldo (pai de Raquel e avô de Gabriel e Lucas) é o único dos filhos de Miguel que jogaram futebol profissionalmente e que está vivo. Tem 84 anos e ainda joga suas peladas.
– É o remedinho da semana (risos). Recebe e toca (a bola), coisinha simples, né? Só para suar um pouquinho – brinca, já recuperado do rompimento dos tendões de aquiles, durante um dos jogos, há três anos.
Zagueiro, Geraldo ficou marcado pela passagem pelo Guarani, nos anos 50.
– Eu havia acertado, em uma sexta-feira, com o Moyses Lucarelli (então homem forte do clube) para jogar pela Ponte Preta. Mas, no dia seguinte, o Guarani apareceu na minha casa e me levou para São Paulo. No domingo, entrei em campo. Fui contratado para resolver os problemas da defesa do Guarani. Mas na estreia, perdemos de 10 a 0 – diz, entre risos.
Geraldo, Raquel, Gabriel e Lucas são parte importante da história do negro no futebol brasileiro, que começou com Miguel do Carmo, em 1900, e abriu caminho para Pelé, o maior de todos, e para Neymar, a mais recente revelação negra do país. É essa memória que a família do Carmo tenta resgatar no Brasil.
QUEM É

Miguel do Carmo
Apontado como o primeiro negro da história do futebol brasileiro

1885ano de nascimento
Miguel nasceu em 10 de abril, em Campinas. Três anos antes da abolição da escravatura no Brasil, com a Lei Áurea.

1900fundação da Ponte
Na época, com 15 anos, ele foi um dos fundadores do clube, com outros garotos e rapazes do Bairro da Ponte Preta, e com o apoio do alemão Theodor Kutter, do austríaco Nicolau Burghi, do brasileiro descendente de alemães Hermenegildo Wadt e do brasileiro João Vieira da Silva.

1932ano da morte
Morreu com 47 anos, depois de passar por uma cirurgia no estômago.

84 anos
Tem Geraldo do Carmo, um dos filhos de Miguel do Carmo que também foi jogador (o outro, Miguel, morreu. Zagueiro, atuou no Guarani, na década de 50).

18 anos
Tem o bisneto Gabriel do Carmo Medes. Ele tenta seguir a carreira no futebol. Joga como lateral. Nasceu em 12/3/1993, em Campinas. Tem 1,72 metro e 70 quilos.

17 anos
Tem o bisneto Lucas do Carmo Santos. Também tenta seguir a carreira. Joga como volante. Nasceu em 10/8/1993, em Campinas. Tem 1,78 metro e 73 quilos.

sexta-feira, 1 de abril de 2011

Momentos especiais

Tem coisas que nos proporcionam um prazer inigualável, a minha lista é grande, gosto de ler e escrever, isso me faz feliz. Sou livre quando estou correndo, como é bom superar os limites do corpo e ter um momento só seu; gosto de conversar, de dar aula, dos amigos, da família, amo ficar em casa... Mas tem algo que me faz rir muito e me faz acalmar e ficar em paz, é andar a cavalo.
Nossa, é um momento belo, divertido e inigualável. Para cada coisa há algo especial... descubra tudo o que te faz feliz...
Um abraço a todos e estou esperando as produções de vocês!

Juíz ou Réu

És culpado! Eu o condeno!
Está errado! Estou dizendo.

Mas afinal, quem sou eu para julgar?
Acima de todos penso estar?
Julgando, estou errando igual,
Ou até pior, é esse o mal.
Porque não me preocupo, só com os problemas meus,
Pois julgar, é dever somente de Deus.

Estava errando, com isso aprendo,
Peço perdão, me arrependo.
Autor: em busca de

Culpado!

Essa é a nossa primeira colaboração no Blog - Autor: Em busca de


Em um país distante, a muito tempo atrás, um homem era suspeito de um crime que não cometera.
Ele estava preso, enquanto aguardava seu julgamento.
O dia finalmente chegou, todos da cidade estavam lá, e ele, sabia que seria condenado a forca, pois o rei e o chefe do castelo não gostavam dele, pois era um homem temente a Deus.
Provas falsas foram apresentadas contra ele, falsas testemunhas. Porém, ele não assumia o crime, já que não era culpado.
O chefe do castelo então, resolveu dar uma chance dele tirar sua sentença na sorte.
Separou dois papéis, e falou que em um estava escrito culpado e no outro inocente, e o réu na sorte, decidiria tudo.
Porém na verdade, nos dois papéis estava escrito culpado.
O réu sabia disto, e estava desesperado, até que Deus deu uma ordem a ele.
E ele fez o que Deus mandou, pegou um papel, de dentro de um saco, e o engoliu. e falou:
- Veja dentro do saco, o papel que sobrou. O que estiver escrito nele, não será minha condenação, pois o que eu escolhi foi o outro.
Assim, pegaram o papel e estava escrito culpado, e ele foi inocentado do crime.