domingo, 3 de abril de 2011

Confiram!!!!

111 anos contra o racismo! Conheça o primeiro negro do futebol brasileiro

Enquanto declarações e ações racistas acontecem no futebol brasileiro e europeu, bisnetos de Miguel do Carmo tentam manter viva memória do primeiro negro da história da bola no Brasil

Maurício Oliveira
Publicada em 03/04/2011 às 09:00
Campinas (SP)
Quase 111 anos depois, dois garotos, de 18 e 17 anos, tentam dar continuidade à trajetória de quem é apontado como o primeiro negro a atuar em um time de futebol no Brasil. Eles são Gabriel e Lucas, bisnetos de Miguel do Carmo, um dos fundadores da Ponte Preta – em 11 de agosto de 1900, época em que o futebol nos clubes e federações era exclusividade de quem tinha posses e, principalmente, era branco.
No limite da idade para entrar na carreira profissional, a dupla treina nos campos do Jardim Garcia (em escolinha que leva o nome do avô, Geraldo do Carmo, filho de Miguel e zagueiro do Guarani, nos anos 50) e do Taquaral, bairros de Campinas. Gabriel e Lucas até tentaram participar de peneira da Ponte, mas com a concorrência de outros 3 mil meninos nem chegaram a ir a campo.
– Uma porta de entrada pode ser o futebol universitário dos EUA. Minha ideia é estudar lá e tentar. Nos EUA é comum a carreira começar com 18 – diz o volante Lucas.
Sua mãe, a jornalista Raquel do Carmo, acompanha a luta do filho e do sobrinho, enquanto busca resgatar a memória do avô, que ela nem chegou a conhecer – Miguel do Carmo morreu com 47 anos, quando Geraldo, pai de Raquel, tinha apenas 5.
– Eu me sentia culpada de não participar da busca dessa identidade. O negro faz parte da história do nosso país e a nossa família faz parte da história de Campinas. Não conheci meu avô, mas é apenas duas gerações acima da minha. A raiz está muito perto ainda! – afirma ela.
Geraldo (pai de Raquel e avô de Gabriel e Lucas) é o único dos filhos de Miguel que jogaram futebol profissionalmente e que está vivo. Tem 84 anos e ainda joga suas peladas.
– É o remedinho da semana (risos). Recebe e toca (a bola), coisinha simples, né? Só para suar um pouquinho – brinca, já recuperado do rompimento dos tendões de aquiles, durante um dos jogos, há três anos.
Zagueiro, Geraldo ficou marcado pela passagem pelo Guarani, nos anos 50.
– Eu havia acertado, em uma sexta-feira, com o Moyses Lucarelli (então homem forte do clube) para jogar pela Ponte Preta. Mas, no dia seguinte, o Guarani apareceu na minha casa e me levou para São Paulo. No domingo, entrei em campo. Fui contratado para resolver os problemas da defesa do Guarani. Mas na estreia, perdemos de 10 a 0 – diz, entre risos.
Geraldo, Raquel, Gabriel e Lucas são parte importante da história do negro no futebol brasileiro, que começou com Miguel do Carmo, em 1900, e abriu caminho para Pelé, o maior de todos, e para Neymar, a mais recente revelação negra do país. É essa memória que a família do Carmo tenta resgatar no Brasil.
QUEM É

Miguel do Carmo
Apontado como o primeiro negro da história do futebol brasileiro

1885ano de nascimento
Miguel nasceu em 10 de abril, em Campinas. Três anos antes da abolição da escravatura no Brasil, com a Lei Áurea.

1900fundação da Ponte
Na época, com 15 anos, ele foi um dos fundadores do clube, com outros garotos e rapazes do Bairro da Ponte Preta, e com o apoio do alemão Theodor Kutter, do austríaco Nicolau Burghi, do brasileiro descendente de alemães Hermenegildo Wadt e do brasileiro João Vieira da Silva.

1932ano da morte
Morreu com 47 anos, depois de passar por uma cirurgia no estômago.

84 anos
Tem Geraldo do Carmo, um dos filhos de Miguel do Carmo que também foi jogador (o outro, Miguel, morreu. Zagueiro, atuou no Guarani, na década de 50).

18 anos
Tem o bisneto Gabriel do Carmo Medes. Ele tenta seguir a carreira no futebol. Joga como lateral. Nasceu em 12/3/1993, em Campinas. Tem 1,72 metro e 70 quilos.

17 anos
Tem o bisneto Lucas do Carmo Santos. Também tenta seguir a carreira. Joga como volante. Nasceu em 10/8/1993, em Campinas. Tem 1,78 metro e 73 quilos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe suas palavras nesta Torre!