terça-feira, 17 de maio de 2011

Violência nas ruas - Texto da Giovana M.


  Sabe, ultimamente,  eu ando tão assustada com essa sociedade em que vivemos. No último sábado, na reunião de adolescentes da minha igreja, nos juntamos em pares para orar pelo país, e, uma coisa que frisamos bem, foi pra que o país não fosse reconhecido somente pela violência, mas pela sua fé.
  No último mês, duas pessoas que eu amo demais foram vítimas dessa violência. Minha mãe, foi assaltada a mão armada, enquanto deixava uma amiga em casa. E um amigo meu, enquanto ia para a igreja, tentaram assaltar ele.
Ambos estão assustados, e isso me afeta tanto! A raiva, eu sei que não é de Deus, mas oro pra que isso passe, e, conforme minha professora fala, a melhor maneira de soltar a raiva, pode ser escrevendo sobre, então,  aqui estou eu.
  Não vim aqui só pra falar do quanto nossas ruas estão violentas (também, mas, não só para isso). Vim para fazer um apelo, sabe, por que você vai querer tirar uma coisa que não é sua, de outra pessoa? Se você quer aquela coisa, batalhe por ela, faça por merecer!
Dia a dia, pessoas são mortas, muitas vezes, por causa de um celular, um carro,  coisas que não são essenciais para nossa sobrevivência. Sim, facilita muito, mas, matar por isso, é simplesmente inacreditável, de maneira muito ruim. O simples fato de estar matando, já torna tudo isso um horror. Agora, matar por uma coisa desnecessária é realmente muito brutal!
  Então, como minha mãe sempre fala, você, que vai sair para andar na cidade, para trabalhar, estudar, ir ao culto, ou qualquer outra coisa: não fale com estranhos, não deixe coisas de valor expostas, sempre diga a uma pessoa aonde está indo, se sentir um ‘clima estranho’ no lugar, saia de perto, se estiver em lugares escuros durante a noite, faça o caminho mais longe, mas, não passe por lá.
  Sabe,  essas coisas, que a gente sempre esquece de fazer, mas que sempre nos falam? Então. Sabe, Deus está conosco a todo tempo, ele nos protege, mas, perae, saí ‘pedindo’ pra te roubar, não há nada que Ele possa fazer! Se você não se cuida, não batalha pra conseguir algo, de nada adianta.
  Então, você ora todos os dias, antes de sair de casa, para que Deus te proteja de todo mal, perfeito, continue fazendo isso. Mas também não adianta você orar, e sair com uma corrente de outro, com o celular na mão, um relógio super descolado, um tênis de marca muito chamativo. Seja prudente!
  Agora, se você toma todos esses cuidados, e ainda assim já sofreu tentativa de assalto,  ou foi assaltado,  ou violência urbana, qualquer outra coisa, mantenha a calma, pois Deus tem um propósito para tudo.
  Mais uma forma de prevenção é, se ocorre muitos fatos parecidos, em uma determinada região, como a região da sua escola, trabalho, ou até mesmo no seu bairro, se você não é adulto, procure um, peça para que informe a ronda escolar, guardinha do bairro, para reforçar a segurança naquele território.
  Sabe, se cada um fizer sua parte, deixando de pensar: “Ah, eu faço. Mas o carinha lá da esquina não faz, então não adianta nada!” (quer me deixar brava,  fala isso pra mim, eu fico muito indignada). Se cada um fizer sua parte, a vida fica muito mais gostosa de ser vivida, a sociedade fica cada vez mais solidária e participativa, prestativa, entre tantas outras coisas que faltam hoje em dia.

2 comentários:

Deixe suas palavras nesta Torre!