domingo, 18 de janeiro de 2015

Missão 129


Procurando o lugar onde eu possa me encaixar
Desesperado, vou a busca do convencional
Festas noturnas, baladas sem fim,
Altero minha mente com drogas
Busco desesperado algo melhor
Corro atrás de uma felicidade fugaz
A alegria que está nas redes sociais
Me vejo perdido, sem sentindo
Tento viver cada dia sem me preocupar com nada
Impossível
Os pensamentos invadem minha mente
E me levam a escuridão
É onde me encontro, nas trevas do meu coração.
É uma prisão sem paredes e sem cordas
Minha mente me destrói
Não sei o que buscar
Nada me satisfaz!
Encontro no caminhar da minha vida sem sentido
Uma pessoa que pode ter a luz
Ela brilha
Ela me atrai e busco algo
Eu nem sei por que a busco?
Mas ela toca meu coração que se dissolve
Missão 129.




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe suas palavras nesta Torre!