quinta-feira, 17 de março de 2011

História em capítulos - capítulo 10

Gente cesárea não é a coisa mais legal do mundo. É muito estranho, você sente seus pés formigarem, você sabe que logo isso vai passar, mas a sensação não é legal. A única coisa é que você não precisa fazer esforço para que o seu filho nasça. Mas depois tem toda a recuperação. Que não é o fim do mundo. Mas... é uma recuperação de uma cirurgia.

Depois de tudo pronto na sala de cirurgia, as enfermeiras me pegam e levam para a sala de recuperação. Já saí da sala de cirurgia tentando mexer o meu pé. Chegando lá consegui mexer o pé direito e a perna, mas o pé esquerdo eu não conseguia. Há me esqueci de falar da horrível sensação de saber que tem alguém mexendo em sua perna, te limpando e você não sente nada. Caraca, é muito loco!

Na sala de recuperação, iniciei a empreitada de mexer o pé esquerdo, em alguns momentos eu ria sozinha, até porque não tinha ninguém para compartilhar aquilo. Eu me esforçando loucamente para mexer o dedão do pé esquerdo e nada. Eu fazia um esforço grande e nada. Então percebi que já estava mexendo o pé, mas não sentia a perna. Meia hora depois veio um enfermeiro falar que tinha visto o Tiago, que ele era grande e que era para eu me mexer rápido para ir vê-lo.

Consegui me mexer e logo veio outro enfermeiro para me levar ao quarto. Quando cheguei lá o Gustavo estava tomando banho, e me colocaram na cama. O Gustavo saiu do banho e logo aparece quem?

O Tiago veio me ver... estava com saudades da mamãe... que nada, ele estava berrando de fome e as enfermeira foram levar ele para eu poder amamentá-lo. Foi a primeira vez. Alguém consegue esquecer a primeira vez? Não.  Não esquecemos a primeira vez de nada, sempre nos lembraremos do primeiro beijo, da primeira amiga, do primeiro namorado, do primeiro emprego. Da primeira faculdade. Da primeira vez que conheci Jesus como amigo, como Senhor, como salvador. Não importa se sua primeira vez foi boa ou não, a gente não consegue esquecer.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe suas palavras nesta Torre!