quarta-feira, 30 de março de 2011

Dar a vida!


Em uma igreja mediana que se encontra em alguma cidade do Brasil ocorreu um episódio interessante. Certa noite de domingo enquanto acontecia o culto, um bando de homens e mulheres armados, invadiu a igreja em busca de farra e dinheiro. Como dizem por aí, os pastores estão ficando ricos com os dízimos dos seus fiéis.
Eles entraram pela porta da frente com grande ousadia, todos perceberam a presença desses arruaceiros e a igreja começou a ficar agitada. Alguns atentos a palavra que o pastor pregava naquele dia, outros dispersos, vagueando em seus pensamentos e muitos preocupados com o bando.
O pastor pregava sobre dar a vida pelo irmão, amar ao próximo como a si mesmo, como estava ficando cego, mesmo com os óculos fundo de garrafa, não conseguiu identificar as pessoas que estavam entrando na igreja, pensou que poderia ser as ovelhas atrasadas. Mas percebeu a inquietação dos fieis e pediu que todos prestassem atenção em suas palavras.
- Amados, prestem bastante atenção. E por curiosidade o líder do bando pediu que todos se sentassem e ouvissem atentamente as palavras do pastor em sinal de respeito. – No evangelho de João, capítulo 15, versículo 13 diz: Ninguém tem maior amor do que este: de dar a alguém a sua vida pelos seus amigos. Amados, temos que amar o nosso próximo como a nós mesmo, Jesus fala isso, é um mandamento de Deus para nós.
Enquanto o pastor falava fervorosamente sobre o amor que devemos dar as outras pessoas o líder do bando se levantou e todos seus comparsas com ele e gritou:
- Isso é um assalto, levantem-se todos, e fiquem em pé em frente à igreja.
Gritos, choro, pessoas pedindo pelo amor de Deus tomaram conta da igreja, o Pastor estava com medo.
O líder foi passando pelo meio da multidão, enquanto seus companheiros apontavam as armas para os fieis e foi direto ao pastor, conversou algo em particular com ele. O pastor estava com muito medo, chorava, e ouvia as palavras daquele homem com ar de superioridade. Então, o pastor desceu do púlpito, foi até a frente de todas as suas ovelhas, olhou bem para elas, abraçou sua esposa, beijou-a na testa e ficou em pé, esperando. O líder se voltou para todos que estavam presente na igreja, esbravejou pedindo silêncio, alguns atiraram para o alto e em segundos, todos estavam tremendo, apavorados olhando para ele.
- Fiz uma proposta ao pastor de vocês – enquanto falava ele ria – disse a ele: você pode salvar a sua vida, mas terei que matar todos os homens que estão presentes aqui, hoje - houve um murmurar, choro e tiros para o alto novamente, todos ficaram em silêncio, alguns estavam passando mal – ou morrer e salvar todos da sua igreja, alguém sabe me dizer o que ele escolheu?
Uma criança se precipitou a frente, o pai tentou agarrá-la, mas um bandido não deixou, ela foi até o líder e disse para ele, olhando nos olhos de baixo para cima:
- O pastor dá a vida por suas ovelhas, ele escolheu morrer por nós.
Aquele homem, por alguns segundo, teve compaixão, pediu que o menino voltasse para os braços do pai e falou para a multidão.
- Hoje, aconteceu um milagre aqui, todos vocês viverão e nós vamos embora com seu pastor, ameaçou pegando o pastor pelo braço. - Vocês são privilegiados em ter alguém como esse homem, que escolheu morrer no lugar de vocês.
Os arruaceiros foram embora e nada levaram. O pastor, por sua vez, ficou na comunidade por muitos anos, pois na ética do bandido ele tinha feito a escolha certa!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe suas palavras nesta Torre!