sábado, 16 de novembro de 2013

Silêncio


Estou em casa, meu filho dorme, meu marido está em um velório. Daqui a pouco vou visitar uma amiga que mora em outra cidade, mas está em Campinas e tem uma linda Menina.
Faz 6 meses que não consigo parar para escrever e criar a história, acredito que nos primeiros 15 dias de dezembro vou termina-la. É o que eu espero!
O que eu espero?
São tantas coisas, tantas coisas que eu espero. E espero com paciência, nem sempre. Mas espero, choro, corro, busco, oro!
Mas é no silêncio que consigo parar e perceber os detalhes e ouvir a voz daquele que criou o universo e se importa, ah ele se importa, se importa comigo.
Eu espero, Ele me ame, eu peço, Ele me abraça, eu corro, Ele me chama, eu grito e Ele me acalma.
Não quero que a velhice chegue para então perceber o que realmente vale a pena!
Quero um dia cheio de detalhes, chuva no telhado, sol escaldante, um dia nublado, uma flor, um som, um cheiro, uma pessoa! Deus!
Faça silêncio.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe suas palavras nesta Torre!