sábado, 18 de maio de 2013

Quem?




A cor da chuva que nunca vi
O som do amarelo que eu nunca ouvi
O Gosto do vento que nunca provei
O cheiro do ar que nunca cheirei

Cada dia um novo dia
Uma história pra contar
Ou uma história para escrever
Ou uma história para ouvir

Em algum lugar tem alguém sozinho
Esperando outro alguém chegar
Em algum lugar tem alguém sorrindo
Com as lorotas que outro alguém contou

Há sobre a terra
Alguém que se importa
Há em algum lugar
Aqui pertinho
Alguém que me ama

Alguns não conseguem ver
Outros não querem acreditar
Em histórias de criança
E preferem viver sem sentido ter

As lágrimas vem o sorriso também
E eu estou a esperar
O coração partido
Minhas mãos cerradas
Querendo algo novo fazer e falar

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe suas palavras nesta Torre!