terça-feira, 13 de novembro de 2012

...


Em meio às lágrimas eu posso sentir o teu calor
Suas palavras sendo sussurradas ao meu coração
A dor não diminui, mas em meio à tempestade
Eu sinto paz!

Jogada no chão, buscando a tua face
Desmancho-me, clamando a Ti
Busco respostas, uma direção
Entrego TUDO ou NADA

Corriges-me, me disciplina, a dor aumenta
Então a ferida é tocada, eu choro mais
Humilho-me ainda mais
Então, vem a cura

Com óleo me unges
E fortalecida me levanto
E escuta claramente as tuas palavras
O verbo se faz carne e muda o meu coração

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe suas palavras nesta Torre!