domingo, 20 de março de 2011

História em capítulos - capítulo 13

Imagina um stress terrível, foi o que tomou conta de mim. Estava há duas noites sem dormir, super preocupada com o Tiago, amamentando sem parar, meus seios doíam, estava com mal estar e agora fiquei apavorada, pois descobri que o Tiago não estava sendo alimentado. Minha vontade era de chorar sem parar. Tentava me controlar, mas as lágrimas vinham sem permissão, corriam pelo meu rosto involuntariamente.

Eu liguei para o médico, não me atendeu. Liguei para o banco de leite da maternidade e uma moça muito atenciosa me atendeu e me falou várias coisas que eu deveria e o que não deveria fazer. E marcou um horário para eu ir até lá na segunda-feira às 14 horas. Então fui fazendo massagem nos seios e tentando tirar o leite com o sugador. O Gustavo foi comprar aptamil para dar ao Tiago. Quando comecei a dar o leite comprado no copinho para o Tiago ele tomou tudo e na mesma hora dormiu. Nossa que frustração eu senti, meu filho não estava sendo alimentado e eu mega nervosa porque ele não dormia, me senti  horrível.

Depois da massagem, e da ordenha. Foi mais fácil alimentar o Tiago e meus seios pararam de doer, a noite foi mais tranqüila. Na segunda-feira, fui até a maternidade e então descobri que o meu leite estava empedrado, a moça que me atendeu me ensinou a fazer uma massagem ninja nos seios e foi como acertar uma flecha no centro, no alvo. Tudo melhorou. Voltei pra casa até mais leve. Alguns litros de leite ficaram na maternidade de  Campinas.

Ao sair da maternidade fomos pela primeira vez ao pediatra. Dra. Fernanda Fernandes, o Tiago chorava sem parar, estava com fome. Ouvia a pediatra falando de um lado e o Tiago berrando do outro, que coisa mais tumultuada. Entre choros e orientações, algumas coisas que consigo lembrar.

Bom, gente, isso foi só o início da aventura, há muito mais. Quando eu estiver com mais tempo e empolgada escrevo como foi o primeiro mês do Tiago em casa, minha vida como mãe e a do Gustavo como Pai. As dores, as alegrias, os choros, os momentos únicos e cheios da graça de Deus!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe suas palavras nesta Torre!